Sonhos Partidos de M. O. Walsh.


Baton Rouge, capital do estado da Louisiana, nos Estados Unidos, é uma cidade conhecida por seus churrascos no jardim, tardes quentes de verão, barris de cerveja gelada e muitos fãs de futebol americano. Mas no verão de 1989, quando Lindy Simpson, uma das garotas mais bonitas do bairro e estrela das pistas de corrida, é estuprada perto de casa, fica claro que os subúrbios bucólicos de Baton Rouge também têm um lado obscuro.
Para uma vizinhança tão pequena, os suspeitos do crime são muitos. Entre eles o narrador da história, um adolescente obcecado por Lindy que mora na casa em frente à da garota.



Nota:

Páginas: 256.

Editora: Intrinseca.

Hi people, tudo bom? Espero que sim!

Mais uma resenha fresquinha para vocês!!

Em primeiro lugar devo dizer que gostei muito da capa do livro apesar de não condizer com a realidade da história, se você não olhasse o título era provável que pensasse ser uma história cheia de felicidade. 

Não que o livro não tenha momentos de felicidade, mas ficamos tão presos no suspense e em todo o ar sombrio naquela cidade e em principal no bairro do protagonista que nunca se apresenta diretamente.

Seu nome? Nunca vamos saber.

Tudo o que temos são suas lembranças, suas fases e pensamentos... mesmo os mais sombrios.
Então é verdade que eu pensava em possuir Lindy Simpson tão furiosa e incessantemente quanto qualquer garoto de 14 anos naquele verão quente de 1989. O verão do estupro dela. Na verdade, eu não conceba futuros separados para nós dois.
Sonhos Partidos não nos mostra somente a história do estupro da jovem Lindy, mas muitos outras coisas obscuras são tiradas do bau com tal acontecimento e nosso protagonista acaba emaranhado em todas elas.

Algumas vezes você encara os sentimentos dele por Lindy como algo jovem e ingenuo, mas a medida que as páginas vão indo sua cabeça passa a questionar-se se o que ele sente é... saudável.

Somos apresentados a suspeitos perturbadores, a personagens que realmente nos assustam apesar de alguns serem novos. Ver os anos passarem, explicações chegarem, entender os sentimentos de todos os envolvidos é algo que nos puxa de forma arrasadora, você esta dentro da história como uma sombra daquele garota, vendo ele encontrar-se e perder-se ao mesmo tempo.

Todos os personagens que passam pelo livro tem seu momento de nos fazer achá-los suspeitos, mas uns se sobressaem mais que outros.

Não pude parar o livro até terminá-lo, até chegar os últimos capítulos e me surpreender com o final... com tudo.

Entre algumas partes me peguei até mesmo... perturbada de como algumas vezes a mente humana pode ser doentia.
—Venha comigo. — Falou. — Quero mostrar uma coisa.Então, suados e cheios de mordidas, caminhamos pelo bosque de volta para a casa dele.Uma peça do quebra-cabeça estava prestes a se encaixar.
Tenho certeza que você se surpreenderá assim como eu, irão ficar instigados para entender o que aconteceu naquela noite e tudo o que se desenrolou após isso.

O livro é chocante em alguns pontos, mas não deixe de ter seus breve momentos com alegria no momento certo, sem deixar nada forçado ou ser aquela coisa abrupta demais.

Com certeza quero me arriscar a ler mais livros do M. O. Walsh, pois sua escrita é realmente uma viagem para dentro do livro capaz de nos dar calafrios.

Um comentário:

  1. Eu não sou muito de ler, mas adoro livros que me prendam! E esse parece ser bem bom né? Pretendo ler.

    E sobre seu blog, é tudo uma fofura aqui :>

    To te esperando no meu blog, tem post novo!
    Um beijo ♡
    Blog: http://docedezoitoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja gentil e não fale nada que possa magoar os outros, aproveite para deixar o link do seu blog vai que outros leitores se interessem!!

© Deitada em Nuvens - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo