A noiva fantasma de Yangsze Choo

  

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
Nota:

Páginas: 317.

Editora: Darkside books.

Uma história diferente e única com seus pontos alto e baixos, não há como negar que a escrita da estreante Yangsze nos surpreende de forma prazerosa, o modo como Malaca é retratada e falada, as tradições da época e as questões amorosas compõe uma trajetória que prende-nos até as ultimas palavras do livro.

Li Lan compõe uma personagem forte, mas que precisa aprender sobre a vida e é claro... sobre a morte.


Com o aperto financeiro de sua família antes rica, logo seu pai lhe conta que recebeu uma proposta de um casamento fantasma de uma das famílias mais ricas da região.

Um casamento com um espirito.

No vai e vem da história logo entendemos que o coração é algo bem complexo, as vezes acreditamos em um amor piamente até que somos pegos de surpresa pelo acaso do destino, acho tão interessante mergulhar nos pensamentos de uma jovem que nunca havia se apaixonado em sua vida.

Quando entramos na parte espiritual da história ficamos mais intrigados e surpresos ainda, entendemos diferentes crenças em que cada uma reserva um além diferente, um céu e inferno único. Li Lan descobre que até mesmo o inferno pode ter regras e que alguns de seus juízes podem até ser curruptos, debilitando e causando o caos no equilibro da terra.

Temos o conhecimento de diveeersos espíritos diferentes, alguns bons enquanto outros usam suas mascaras para enganar e atrair pessoas, Li Lan demora um pouco para entender isso o que sempre acaba complicando sua jornada.

Não vou entrar em muitos detalhes dessa história mítica e com um final SURPREENDENTE, deixo a vocês o prazer de conhecer uma autora que soube administrar dois mundos incrivelmente bem.
"O que você disse?"Ele fumava ópio. Aquele era o primeiro cachimbo da noite, então imaginei que ele estivesse relativamente lúcido. Meu pai com seus olhos triste e a pele esburacada feito um caraço de damasco era um erudito. Nossa família costumava ser bastante rica, mas nos últimos anos havia decaído e agora estávamos no limiar da classe média."Uma noiva fantasma Lin Lan."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja gentil e não fale nada que possa magoar os outros, aproveite para deixar o link do seu blog vai que outros leitores se interessem!!

© Deitada em Nuvens - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo